Mitos e verdades sobre a higienização de mãos
25 de Maio de 2017
Como identificar e prevenir precocemente o câncer de pele
1 de junho de 2017
Exibir tudo

Tire suas dúvidas sobre a gripe

Com a chegada do frio surgem diversas dúvidas e preocupações a respeito de gripes e resfriados. Também curiosidades sobre a vacina antigripal. Em uma entrevista o Diretor Técnico do Hospital Dia do Pulmão, médico pneumologista Mauro S. Kreibich, faz esclarecimentos e também ressalta que lavar regularmente as mãos pode diminuir o contágio.

Qual a diferença entre gripe e resfriado?

Ambas são viroses, transmitidas por grupos de vírus diferentes. A gripe é causada pelo vírus influenza A, B ou C com os seus subtipos (cepas).  As cepas que estão circulando mais intensamente nos últimos anos são as cepas A (H1N1 e H3N2) e B (Victoria e Yamagata). Diferentemente do resfriado, causado por outros vírus, a gripe tem por característica principal os sintomas ditos sistêmicos, febre súbita, dores articulares e musculares.

Como a gripe é transmitida? E qual a importância da etiqueta da tosse e da higienização das mãos para a prevenção da gripe?

A gripe é transmitida através das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao tossir, espirrar ou falar, mas também por meio do contato das mãos com superfícies contaminadas por alguém infectado. A etiqueta da tosse e a lavação das mãos tem como base a quebra desta possibilidade de contaminação. Trabalhos científicos demonstram que lavar as mãos acima de quatro vezes ao dia pode significar a diminuição de 70% do contágio através desta via.

Vacina antigripal 2017 imuniza quais tipos de vírus?

A vacina que está sendo utilizada em 2017 pelo Ministério da Saúde é a trivalente, contendo uma cepa AH1N1, cepa AH2N3 e cepa B Victória. Na rede privada é encontrada a vacina quadrivalente, que tem como quarta cepa a B Yamagata.

Todas as pessoas podem receber a vacina? Quais os grupos de risco considerados prioritários?

A partir dos seis meses de idade todos podem ser vacinados. Os grupos prioritários são aqueles mais propensos as complicações como gestantes, crianças de até cinco anos, adultos com idade superior a 60 anos e indivíduos com doenças crônicas, especialmente cardiopatia, pneumopatas, diabéticos e obesos mórbidos. É importante destacar que estes grupos são considerados prioritários pelo Ministério da Saúde, não invalidando a indicação do médico assistente de cada paciente.

O que é importante na escolha por um serviço de vacinas?

Averiguar se a sala de vacina é credenciada pela Vigilância Sanitária e a presença de equipamentos e equipe de controle da qualidade das vacinas como câmaras de refrigeração específica para vacinas e gerador elétrico. Checar todas as salas de vacinas, em especial aquelas de funcionamento esporádico e ocasional.

Quais complicações a gripe pode trazer?

Quadros infecciosos mais graves como: pneumonias, broncopneumonias, insuficiência respiratória e até óbito.

Em caso de gripe, como proceder?

Nos indivíduos sem doenças básicas, a conduta é dita sintomática, que utiliza medicações como antitérmicos e analgésicos. Naqueles com doenças básicas e/ou em qualquer situação em que os sintomas perdurem (febre, mal estar) ou se agravem (desconforto respiratório, manifestações digestivas) a avalição médica se impõe.

Prevenção gripe