Alimentação durante a gravidez: conheça os principais nutrientes
20 de janeiro de 2020
Saúde mental: precisamos falar sobre este assunto
3 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

Conheça os sintomas da dengue

As temperaturas elevadas e as chuvas do verão facilitam a proliferação de mosquitos que transmitem doenças, como é o caso do Aedes aegypti, vetor da dengue. O problema é que a doença pode se manifestar de formas facilmente confundidas com outros quadros clínicos. Neste post explicamos quais são os sintomas da dengue e como é feito o diagnóstico.

A principal característica da doença é a febre, por isso é tão comum confundi-la com gripes, viroses ou outras enfermidades. Porém, os quadros de dengue podem se agravar, o que torna o seu diagnóstico correto tão importante.

Dentre os principais sintomas de dengue, o Ministério da Saúde destaca:

– Febre alta (acima de 38,5ºC);

– Dores musculares intensas;

– Dor ao movimentar os olhos;

– Sensação de mal-estar;

– Perda de apetite;

– Dor de cabeça;

– Manchas vermelhas pelo corpo.

Em alguns casos, a infecção por dengue pode não apresentar sintomas e ser classificada como leve. Para levantar a suspeita da doença é importante prestar atenção logo aos primeiros sinais, já que ela costuma apresentar febre alta de início abrupto, com duração de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações. Além disso, é comum que o paciente apresente prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupções e coceira na pele.

Nas manifestações graves da dengue há dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Neste caso a doença pode levar o paciente à morte, portanto, é importante procurar o quanto antes um serviço de saúde para o diagnóstico e tratamento adequado.

Como é feito o diagnóstico da dengue

O diagnóstico inicial da dengue é feito por um médico, baseado na história e no exame físico da pessoa. Ele é confirmado através da realização de exames laboratoriais de sorologia, de biologia molecular e de isolamento viral. Para a triagem é realizado um teste rápido.

Os exames NS1 (teste rápido) e RT- PCR detectam antígenos virais e devem ser solicitados até o quinto dia do início dos sintomas. A partir do sexto dia devem ser solicitados exames de sorologia

IgM e IgG – ELISA. Os casos de confirmação da doença devem ser notificados ao Ministério da Saúde.

Não há um tratamento para combater diretamente a dengue, a assistência em saúde trabalha no alívio dos sintomas, conforme eles se manifestem no paciente. Algumas das principais recomendações são: repouso, ingestão abundante de água e não tomar medicamentos por conta própria, pois eles podem agravar o quadro.

Vale lembrar que a dengue é uma doença perigosa que pode levar à morte. A melhor forma de preveni-la é evitando a proliferação do mosquito transmissor, não deixando o acúmulo de água parada e não tratada, principalmente em vasos, calhas, caixas d’água e demais objetos expostos às condições do tempo, como lixos e entulhos.

Leia também: Antibióticos: Uma preocupação de todos