Jejum

Recentemente foi publicado um Consenso Brasileiro de várias sociedades médicas, propondo a flexibilização do jejum para a avaliação laboratorial do perfil lipídico.

Isto tornou-se possível em virtude do avanço das novas metodologias, e desejável por proporcionar mais horários e comodidade para as coletas dos exames, reduzindo também os efeitos indesejáveis do jejum.

As recomendações do estado de jejum podem ser resumidas nos itens a seguir:

1. O jejum não será mais obrigatório para a realização dos exames laboratoriais rotineiros.
2. O médico assistente poderá orientar ainda a necessidade de jejum prolongado (12h), especialmente naqueles pacientes com aumento dos triglicerídeos. 
3. Deve-se manter uma dieta leve e evitar ingestão de bebidas alcoólicas antes da coleta dos exames de sangue.
4. Quando houver vários exames na mesma requisição médica, deve-se respeitar o período de jejum, se ele for necessário. Este é o caso dos exames de glicemia, dosagem de ferro, zinco, insulina e teste de tolerância à lactose, nos quais recomenda-se um jejum de 8h.
5. Nos exames de Triglicerídeos, LDL-Colesterol e Glicemia é preciso informar o tempo ou estado de jejum, pois constará no laudo para que o médico possa interpretar os resultados.

Em caso de dúvidas, consulte Exames e Orientações ou entre em contato conosco.

RB.: Consenso Brasileiro para a Normatização da Determinação Laboratorial do Perfil Lipídico. Versão 1.13. Disponível em: http://www.sbpc.org.br/upload/conteudo/consenso_jejum_dez2016_final.pdf. Acesso em: 06/12/2016.

 

© 2017 - Direitos Reservados - Hemos Laboratório Médico - R.T.: R.M. Branco CRM-SC 4721 / CRM-SC 1969 © 2017 - Direitos Reservados
Hemos Laboratório Médico
Política de Privacidade